Sábado, 27 de Maio de 2006

Impressões sobre uma noite de sonho

Cheguei há pouco de uma das noites mais fantásticas da minha vida. a estreia correu lindamente. Não me esqueci de nenhuma fala, não me enganei em nenhuma marcação e não estive nervosa... Diverti-me muito, saboreei cada palavra, interagi com os meus colegas e foi lindo, lindo, lindo!!!!

"Hoje era o dia de alcançar

tudo o que tinha sonhado"

publicado por impressoesdigitais às 01:04
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Maio de 2006

É amanhã...

É amanhã que a "Astrudes" entra em cena. "Astrudes ou o Guarda-Chuva dos Sonhos" é um espectáculo teatral que estreia amanhã no Auditório do Instituto da Juventude de Aveiro e conta como actriz aquela que aqui vos escreve. Pois é, vou-me estrear no teatro. Só espero que os nervos não me perturbem porque amanhã é a sério. Mas vou tentar fazer o que tenho feito em todos os ensaios: divertir-me muito.

Depois conto-vos como correu.

publicado por impressoesdigitais às 00:43
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 21 de Maio de 2006

Impressões sobre a bandeira mais bela do mundo

O lado mais feio da bandeira mais bela do mundo
 
Quem assistiu pela SIC, ou viu as reportagens noutros canais televisivos ou leu nos jornais informações sobre o sucesso do evento “a mais bela bandeira do mundo”, por certo não imagina o que passaram as mulheres que se deslocaram ao Estádio Nacional: enormes filas de espera para entrar por uma das únicas duas portas abertas para entrar no recinto, calor intenso, desidratação (visto que a distribuição de água foi mal efectuada), e de nutrição (para quem não se precaveu e confiou nas informações da organização de que seria dada alimentação a quem se inscrevesse no evento pelo IPJ, e que, no meu caso, só chegou cerca das duas horas da tarde), insolações, falta de informação, grandes apertos humanos e ainda a impossibilidade de participar na bandeira.
Eu fui uma das cerca de 2000 mulheres do distrito de Aveiro que se inscreveram, através do IPJ, para participar na construção da bandeira. Fui movida pela promessa da participação numa construção singular do símbolo maior do meu país. Acreditei nas informações publicitadas nos jornais, na televisão e no site http://www.amaisbelabandeiradomundo.com de que seria dada prioridade às mulheres inscritas no evento na entrada e na construção da bandeira e teria ainda direito a várias regalias e brindes.
Fui uma das que se levantou de madrugada (5 e meia da manhã) para se deslocar ao vale do Jamor e a quem depois de aguentar a caótica fila para entrar no estádio foi concedida a honra de ver, ao longe, uns vultos brancos que me disseram tratar-se dos jogadores da selecção e que, segundo os jornais, terão levado muitas ao delírio (se calhar foi a razão de tanto desmaio no estádio e não o calor, a desidratação, as insolações ou a falta de alimentação). Escutei as orientações do speaker que a dada altura anunciou que não poderia entrar mais ninguém no estádio, quando, num evento destinado a mulheres, se encontravam muitos homens e crianças. Escutei-o também quando, com cerca de uma hora de atraso, começaram a aparecer no relvado as primeiras figuras com ponchos da cor da bandeira nacional, e informou de que se tratavam apenas de escuteiras, grupos de ginastas e elementos da Federação, acrescentando sempre que ainda faltavam alguns minutos para as restantes mulheres participarem na construção da bandeira e que deviam permanecer nas bancadas porque se não o fizessem não poderiam participar na bandeira. Quem seguiu as orientações do speaker ainda hoje deve estar sentada na bancada à espera que este lhe diga para ir participar na bandeira, quem não seguiu sujeitou-se a entrar em escaldantes filas para entrar numa bandeira que avançava a conta-gotas e que, em vez de demorar uma hora a ser formada, como inicialmente estava previsto, demorou várias horas. Aliás, ao observar-se com atenção as imagens realizadas na altura em que se cantava já o hino, verifica-se que ainda estão mulheres a correr para a bandeira, onde ficaram muitos espaços por preencher, os das mulheres que não conseguiram entrar no espaço relvado. Tenho a certeza de que se a organização tivesse sido bem-feita o recorde de mulheres presentes ascenderia às 20.000. O que provavelmente ninguém terá visto nas imagens foram as mulheres que gritavam “Mentirosos”. É o mínimo que se pode apelidar a uma organização deficiente, que não esteve à altura do evento que se propôs a organizar e depressa perdeu o controlo de tudo o que se foi passando. Prometeu muito e cumpriu pouco. E assim, mulheres como eu, regressaram sem certificado, sem brinde (que foram atirados ao acaso para quem apanhasse) e sem o gosto de participar na bandeira depois de tanto sacrifício…Salvou-se o espírito de camaradagem que se instalou entre mulheres que mereciam ser tratadas com mais respeito.
Esperemos que o senhor Scolari saiba organizar melhor a sua equipa, para que não venhamos da Alemanha também sem honra.
publicado por impressoesdigitais às 23:32
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Terça-feira, 16 de Maio de 2006

Impressões "felinas"

Abrigados

Abrigados

Enroscados

Camuflado?

publicado por impressoesdigitais às 11:52
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 14 de Maio de 2006

Impressões semanais

Como vêem não fui capaz de vos deixar muito tempo sem as minha impressões... Dois acontecimentos obrigaram-me a isso como vão poder ler em seguida. Aqui ficam, então, as impressões sobre a semana transacta.

Impressões sócio-políticas

  • O encerramento das maternidades

Anda na ordem do dia e tem ocupado os telejornais nas últimas semanas. A decisão do encerramento de algumas maternidades provocou uma onda de contestação que, a meu ver, ainda deveria ser mais forte. Sinceramente não consigo entender esta política que parece estar a contribuir cada vez mais para a desertificação do país. Fecham-se maternidades, fecham-se escolas... por alguma razão será que já se tem de recorrer a estrangeiros para virem habitar as nossas terras do interior.

  • Mais um crime de violência infantil

Ainda com contornos pouco claros, tivémos ontem a notícia de uma criança de 12 anos que foi encontrada morta com sinais de grande violência. A criança tinha sido retirada da família por esta revelar negligência, mesmo assim os serviços sociais decidiram autorizar que esta fosse entregue à mãe, a pretexto de uma consulta. Alegam os serviços de que se tratou de um crime que não podia ser previsto, que nada indicava que a criança pudesse sofrer tal fim. Mas, pergunto eu: se a família se mostrava negligente em alguns aspectos, não se poderia pensar que fosse noutros? E não me atrevo a fazer mais perguntas por enquanto, porque me palpita que as respostas não serão nada bonitas...

Impressões musicais

Saí ontem à noite apenas para tomar um café. Como tinha sido inaugurada uma nova ponte pedonal circulatória aqui em Aveiro (magnífica obra de arquitectura, a meu ver), fui vê-la e, de repente, ouvi os acordes de "Who Wants to live forever", uma das músicas que tem o condão de me arrepiar. Segui as pegadas da música e encontrei-a no Rossio a brotar dos instrumentos musicais da Banda Amizade, uma banda filarmónica aveirense que só conhecia pelo reportório clássico e por tocar nas procissões. Lembrei-me então de ter visto o anúncio no jornal de um concerto intitulado "A banda também canta". Seguiu-se um arranjo magnífico e uma voz espectacular a entoar "Music was my first love" e o extase da noite "Nessun dorma" que quase me atordoou, derrotando-me por completo. E terminou com a voz de Vitor Almeida e Silva, terrivelmente evocadora de José Afonso, num medley dedicado a este grande músico nascido em Aveiro.

Um espectáculo muito bom a merecer uma sala de espectáculos melhor com um público que estivesse ali apenas para fruir a música e não apenas a fazer horas para se ir embebedar nos bares da praça, como era o caso de alguns jovens que a dada altura decidiram contaminar ligeiramente o ambiente.

Impressões Literárias

Por razões profissionais, ando a ler e a estudar a poesia de Sophia de Mello Breyner e a rever Memorial do Convento. Por razões diferentes estou a gostar de (re)descobrir Sophia e a amar o reencontro com o Memorial de Saramago.

publicado por impressoesdigitais às 18:12
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 12 de Maio de 2006

Impressões "cansadas mas felizes"

Esta tem sido uma daquelas semanas repletas de trabalho. Agora, quase no final do ano lectivo, surgiram-me mais  alunos para dar explicações que exigem muito de mim. Depois, está também a aproximar-se a data do espectáculo: há ainda muito texto para preparar, além da indumentária. Depois, para além da preparação normal das aulas, estou a pôr em acção um projecto que tenho vindo a desenvolver com os alunos: a criação de um blog sobre livros. ainda está no início, estou à espera que eles façam uma imagem para o blog, mas já existe: http://leituras2006.blogs.sapo.pt

A isto acrescente-se o trabalho de mestrado a que resolvi finalmente dar continuidade e que me exige tempo para ler e escrever.

Tudo isto para dizer que não tenho tempo para registar as minhas impressões, por isso, é possível que o blog tenha de ficar parado por uns tempos. Assim que me for possível irei retomar, vai depender da necessidade de deixar aqui impressões e ideias.

publicado por impressoesdigitais às 14:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 7 de Maio de 2006

Impressões sobre o dia da mãe

Desde criança que ganhei o hábito de oferecer neste dia algo que fosse feito por mim: cartões, poemas, albuns de fotografias, bordados a ponto cruz foram algumas das prendas que lhe ofereci ao longo dos tempos. Nunca me considerei particularmente habilidosa, sou mais do tipo trapalhona mas com boas intenções, e lá foram saindo algumas coisas mais ou menos apresentáveis. Este ano recuperei a tradição: aprendi uma técnica de pintura e uma de découpage e, depois de um sábado agarrada às tintas, sairam estas caixas que aqui vêem. A mais pequena ofereci à minha avó, a do chá dei à minha mãe.

  

publicado por impressoesdigitais às 16:42
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Sexta-feira, 5 de Maio de 2006

Impressões confessionais

A todos os que lêem estas minhas impressões quero anunciar que hoje descobri que estou apaixonada e que sou amplamente correspondida, pela primeira vez.

Sim, estou apaixonada.... pela vida e ela tem correspondido a essa paixão.

Amo-a sofregamente porque a sinto em cada poro da minha pele, a pulsar em cada gota de sangue que percorre o meu corpo, a penetrar-me em cada molécula de oxigénio que respiro.

Amo-a intensamente porque a admiro por cada papoila vermelha que grita rubra ao sol, por cada sorriso de criança, por cada animal que brinca na rua, pelo mar, pelos rios e regatos, pelos montes de sal da minha ria, pelos campos verdes, pelos rochedos e penedios, pelos risos, pela alegria.

Amo-a profundamente pelos aromas da Primavera, pelo cheiro do café torrado, dos livros e da terra molhada; pelo canto dos pássaros e todas as melodias do mundo; pelos poetas; pelas palavras e pelo silêncio.

Amo-a pelas pessoas que me acolhem, pelas pessoas que me dizem "tem cuidado", pelas pessoas que me sorriem, pelas pessoas que me tocam dentro e fora de mim.

Amo-a e sei que este amor tem agora condições de durar para sempre, porque estou consciente de que na nossa relação sempre haverá pedras e buracos a perturbar o nosso caminho, mas também sei que nos saberemos desviar deles e iremos descobrir sempre que nos amamos.

 

publicado por impressoesdigitais às 22:01
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Maio de 2006

Impressões sobre ex-alunos

No sábado encontrei um dos meus primeiros alunos. A cara reconheci logo, depois fui obrigada a fazer um exercício de memória até chegar até ele. Recuei cerca de seis anos no tempo e lembrei-me daquela turma de 9.º ano e daquele aluno, o primeiro e até agora único, ao qual fui obrigada a dar um nível 1. Quis que ele recuperasse e ofereci-me para lhe dar aulas de apoio. Tivémos creio que apenas duas aulas. Passado pouco tempo, ele desistiu de estudar. Na altura já tinha 19 anos. Encontrei-o a trabalhar num café/ bar, disse-me que em breve ia partir para a Madeira e trabalhar na área da restauração. Achei piada ao facto de hesitar no modo de tratamento, afinal separam-nos apenas 3 anos, mas durante o tempo em que fui professora dele sempre me tratou com respeito e nunca questionou, ao contrário de outros, a minha autoridade.

Hoje encontrei outro ex-aluno. Foi meu aluno no ano passado. Notei logo a alteração física - está mais alto - mas a grande diferença que senti foi quando lhe ouvi a voz: já não era a voz de menino, era uma voz a tender para o grave, a querer tornar-se homem.

Os meus primeiros alunos são já todos considerados adultos. Sei que há alguns que em breve serão enfermeiros, advogados... E quando os encontro tenho a grande alegria de recordar o passado e olhar o futuro, porque um dia partilhámos um presente.

sinto-me:
publicado por impressoesdigitais às 20:20
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Quarta-feira, 3 de Maio de 2006

Impressões...

O Inverno foi longo

O frio

A chuva

O vento

A tempestade

O revolver das águas

O agitar da íntima natureza

O calor artificial dos sentimentos iludidos

A negra escuridão do interior céu

Pareciam não ter fim

Num interminável e longo Inverno

Mas a Primavera surgiu enfim

Os céus abriram-se

A cor ganhou a luta com o negro

E ela renasceu

publicado por impressoesdigitais às 10:52
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Impressões

anonimacto

aveiro

avó

comédia da vida

dúvidas e mudanças

episódios

famílias de hoje

felinas

grandes portugueses

impressões poéticas

mercado negro

natal

novas oportunidades

novo ciclo

poesia

poéticas

prémios

referendo

reflexões

teatro

televisão

viagens

todas as tags

Patrocínio

Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Impressões sobre casament...

Impressões sobre casament...

Impressões sobre um selo

Impressões sobre mudanças...

Impressões sobre 2008

Impressões natalícias

Impressões sobre outra ma...

Impressões sobre novos de...

Impressões teatrais

Impressões sobre "A Coméd...

links

Impressões solidárias

Carolina

arquivos

Agosto 2010

Dezembro 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Runas
blogs SAPO

subscrever feeds