Quinta-feira, 10 de Novembro de 2005

Impressões muito pessoais

Um artigo de um blog vizinho fez-me pensar de modo sistemático sobre algumas coisas. O que quero eu no futuro? Bem, já há muito tempo que desisti de fazer planos. De vez em quando ainda sonho, e o meu maior desejo é ser feliz. Já não tenho certeza de nada, nem mesmo se quero continuar nesta profissão. Quero sim, descobrir algo que me dê prazer e que me faça sentir realizada e me dê, ao mesmo tempo, alguma estabilidade monetária para me permitir manter um nível de vida confortável. Adquirir isso seria muito bom. Mas para ser feliz sei que preciso de uma coisa muito importante: amor.
Nunca construí uma imagem de príncipe encantado, nem um ideal físico. Fisicamente há só duas coisas que me atraem num homem: o olhar (não a cor dos olhos) e o sorriso, tudo o resto é secundário. Já no que toca à parte psicológica, aí sim, tenho um ideal. Quero um homem que seja acima de tudo um verdadeiro amigo, um companheiro nos bons e nos maus momentos, alguém que seja sincero consigo próprio e comigo e não tente fingir ou esconder coisas só para me agradar. Alguém com quem possa conversar sobre qualquer coisa, que respeite a minha opinião mesmo que não concorde comigo e que se sinta também à vontade para dizer tudo o que quiser. Alguém que não sinta necessidade de esconder os seus verdadeiros sentimentos e que, pelo contrário, seja capaz de dizer quando algo não está bem, concebendo, tal como eu, que uma relação tem de passar pelo diálogo. Tem de ser sobretudo alguém que goste de mim como eu sou, que não me tente mudar para me encaixar numa determinada imagem, mas que saiba que numa relação as pessoas têm de realizar pequenos processos de adaptação, sem nunca perderem a sua identidade e que o amor é dar e receber. Tem de ser também alguém que não desista à primeira contrariedade, que saiba que numa relação há altos e baixos e a vida não é sempre um mar de rosas. Tem de ser alguém que goste da minha companhia mesmo se eu não disser nada e me limitar a estar ao seu lado. Tem de ser alguém que ao comentar a beleza de outra mulher não me faça sentir feia, e que se eu voltar a engordar não me humilhe, nem me diga que eu estou magra, mas me ajude a fazer dieta. Tem de ser alguém que me faça sentir que posso confiar sem precisar de mo dizer, que não ache as minhas ideias ridículas, mas não tenha receio de me criticar quando eu estiver errada e também esteja aberto à crítica, tendo consciência de que criticar não é humilhar.
Não precisa de gostar das mesmas coisas que eu, desde que tenhamos pontos em comum. Pelo contrário, não deve recear partilhar os seus gostos comigo, sem me obrigar a adoptá-los. Deve ser alguém que me queira conhecer realmente e me mostre, sem me sufocar, que se interessa por mim, dando-me espaço. E tem de ser alguém paciente para aturar as minhas crises de mau humor mensais.
Deve ser também alguém que não se arme em forte e não receie mostrar os seus momentos de fragilidade e alguém que me faça rir e entenda o meu sentido de humor peculiar. Preciso que seja alguém que se orgulhe dos meus pequenos feitos, que não ridicularize os meus medos mas me incentive a ganhar forças para os ultrapassar e que me faça voltar à razão se eu a perder. Vai ter de ser paciente e dar-me tempo, considerando que eu sou uma recompensa merecedora do seu trabalho porque se ele assim o achar é porque me merece. Não precisa de me encher de objectos, mas deve perdoar os meus momentos de insegurança.
Em suma, tem de ser alguém que me ame, com tudo o que isso implica.
É pedir demais, não é?
publicado por impressoesdigitais às 23:08
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Anónimo a 11 de Novembro de 2005 às 16:36
Quanto à parte das dúvidas na carreira... Não interessa fazeres o que gostas... Interessa é gostares do que fazes. É uma frase-feita, ridícula, mas é verdadeiraluis
(http://bloquito.blogs.sapo.pt)
(mailto:luismpcardoso1@sapo.pt)
De Anónimo a 11 de Novembro de 2005 às 12:37
fiquei sem palavras. está lindo. não sei se será pedir demais...mas tb quero isso tudo q aí escreveste..anonimato
(http://www.cristina-blog.blogspot.com)
(mailto:anonimato-blog@iol.pt)
De Anónimo a 11 de Novembro de 2005 às 00:20
Ainda bem que me comentaste, porque não tinha o endereço do teu novo cantinho.
Se fizeres ao outro, o que desejas que te façam a ti. Então temos o Romeu e Julieta. Espero que isso aconteça, porque adorava ver na realidade, a mais linda história de amor que conheço. (infelizmente em palavras)sorriso cativante
(http://www.prisioneirodonada.blogs.sapo.pt)
(mailto:medio_centro@hotmail.com)
De Anónimo a 10 de Novembro de 2005 às 23:41
Não, não é pedir demais!!!! É apenas pedir aquilo a que todos nós temos direito: alguém que nos ame como nós somos e que nós amamos como essa pessoa é; alguém que tem as qualidades que admiramos e os defeitos que conseguimos suportar!!! Boa Sorte!!!Pachi
(http://mundopachi.blogs.sapo.pt)
(mailto:pati_tgil@hotmail.com)

Comentar post

Impressões

anonimacto

aveiro

avó

comédia da vida

dúvidas e mudanças

episódios

famílias de hoje

felinas

grandes portugueses

impressões poéticas

mercado negro

natal

novas oportunidades

novo ciclo

poesia

poéticas

prémios

referendo

reflexões

teatro

televisão

viagens

todas as tags

Patrocínio

Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Impressões sobre casament...

Impressões sobre casament...

Impressões sobre um selo

Impressões sobre mudanças...

Impressões sobre 2008

Impressões natalícias

Impressões sobre outra ma...

Impressões sobre novos de...

Impressões teatrais

Impressões sobre "A Coméd...

links

Impressões solidárias

Carolina

arquivos

Agosto 2010

Dezembro 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Runas
blogs SAPO

subscrever feeds