Domingo, 6 de Novembro de 2005

Impressões teatrais 3

Na semana passada, na aula de iniciação ao teatro, tivémos de experimentar chapéus, escolher um e a partir dele criar uma personagem, inventando-lhe um modo de andar. Calhou-me um chapéu que pensei poder pertencer a uma senhora fina, uma tia. Mais tarde fizémos uma improvisação e ao tentar misturar as nossas personagens, acabei por ficar com dois filhos, um dos quais esquizofrénico. A professora mandou-nos alargar a personagem, dar-lhe uma idade, características... Resolvi criar uma autobiografia, digam-me se lhes parece consistente.

«O meu nome é Maria Isabel de Vasconcelos, Mimi para os amigos, ou tia Mimi se preferirem. A minha idade? Uma senhora nunca revela a idade. O papá era podres de rico, dono de muitas quintas. Essas coisas que circulam nas revistas sobre mim, de me chamar Maria Albertina, de ter nascido na Quinta da Merdaleja, do meu pai ser um caseiro e de eu ter nascido num curral de porcos são mentira, calúnias. Querem destruir a minha imagem! Era o que mais faltava uma senhora como eu, que só usa perfumes vindos de Paris e veste exclusivos dos melhores costureiros, ter nascido ao pé de semelhante animal! Estudei nos melhores colégios suiços e tive uma educação primorosa. Depois conheci o meu conde, o meu Miguel. Não é verdade que eu fosse empregada do hotel, isso é outra mentira. Eu e o Miguel conhecemo-nos no Spa do hotel. Ele ficou encantado com as minhas medidas perfeitas. Foi amor à primeira vista, que eu não me casei nem pelo dinheiro, nem pelo título, foi mesmo por amor. E esses jornalistas que dizem que o meu Miguel casou para esconder a homossexualidade, vão ser todos processados, todos processados, garanto. O meu Miguel é muito homem, temos dois filhos lindos, a Vává e o Miguelinho, um menino prodígio. E os meus filhos são o espelho do pai, ao contrário do que dizem.
O que faço durante o dia? Bom, essencialmente cuido da minha beleza: massagens, cabeleireiro, aulas de fitness. É claro que tenho um treinador só para mim. E é mentira que eu ande nos mercados a regatear com as vendedoras. Uma tremenda calúnia. Era o que mais faltava eu Maria Albertina, digo, Mimi de Vasconcelos andar em mercados sujos a regatear, imagine-se, por exemplo o preço do caviar. E claro que o meu Miguel não me abandonou, não fugiu com o motorista depois de ter enganado uns labregos, isso é uma falsidade de todo o tamanho. O Miguel está numa viagem de negócios, a tratar das nossas propriedades em Itália. Em breve irá regressar, vão todos ver. Já digo isso há dois anos? Ora, negócios são sempre coisas complicadas... Nas últimas festas tenho levado o mesmo vestido? Mas que mentira! Simplesmente gosto imenso daquele modelo Chanel e fizeram-me vários extremamente parecidos, mas nunca o mesmo, Mimi de Vasconcelos não usa o mesmo vestido! Eu trato todos os costureiros que contam por tu! Eu sou uma senhora, uma senhora!»
publicado por impressoesdigitais às 15:42
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 6 de Novembro de 2005 às 15:53
:) Gostei sim... Parece-me bem com a 'imagem' que tenho do chapéu.Milocas
(http://pipokinhacomsal.blogs.sapo.pt)
(mailto:amoraselvagem@sapo.pt)

Comentar post

Impressões

anonimacto

aveiro

avó

comédia da vida

dúvidas e mudanças

episódios

famílias de hoje

felinas

grandes portugueses

impressões poéticas

mercado negro

natal

novas oportunidades

novo ciclo

poesia

poéticas

prémios

referendo

reflexões

teatro

televisão

viagens

todas as tags

Patrocínio

Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Impressões sobre casament...

Impressões sobre casament...

Impressões sobre um selo

Impressões sobre mudanças...

Impressões sobre 2008

Impressões natalícias

Impressões sobre outra ma...

Impressões sobre novos de...

Impressões teatrais

Impressões sobre "A Coméd...

links

Impressões solidárias

Carolina

arquivos

Agosto 2010

Dezembro 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Runas
blogs SAPO

subscrever feeds