Terça-feira, 24 de Outubro de 2006

Impressões sobre caminhos

Era uma vez uma menina que desde muito pequena só queria ser uma coisa: professora. Nunca soube porque nasceu aquele desejo, mas a menina, por muito que a tentassem desviar, nunca desistiu daquele sonho. Lutou e conseguiu, mas depois... Depois descobriu que às vezes não chega realizar um sonho porque a realidade é bem diferente do que se sonhou, porque há sonhos que têm dificuldades para se manterem vivos.

Enganaram-na, iludiram-na deixando-a ser professora. Durante alguns anos tudo parecia correr bem, apesar dos pequenos problemas inerentes à profissão, mas que não tinham força para a desviar daquele caminho, já que os momentos bons compensavam os maus e ela gostava do que fazia. Mas, ao invés de os obstáculos diminuirem, ela viu calhaus cada vez maiores atravessarem-se no seu caminho até à escola. Hoje ela tenta escalar uma enorme rocha, às vezes parece avançar depressa, mas outras só consegue avançar uns milímetros e ela teme não a conseguir escalar a tempo de chegar.

Contudo, a menina percebeu que não podia continuar a olhar em linha recta. Aos poucos foi descobrindo outros caminhos, uns mais próximos, outros mais afastados. Foi aventurando-se por alguns, descobrindo talentos e prazeres desconhecidos, sentindo, às vezes, que perdera demasiado tempo a caminhar em linha recta.

Agora ela não sabe o que fazer. Não sabe se há-de insistir em escalar a rocha; se experimente fazer um pequeno desvio de onde colherá poucos frutos;  se experimente um novo caminho; se vá por uma das várias estradas secundárias que a conduzirão à meta, mas demorando por elas muito mais tempo...

Neste momento são muitos caminhos e ela não sabe o que escolher. Por agora vai-se tentando preparar para qualquer uma das viagens, caminhando sempre, enquanto espera que o tempo lhe traga uma resposta.

publicado por impressoesdigitais às 22:36
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Sirena a 25 de Outubro de 2006 às 23:27
Às vezes, o importante não é chegar mas fazer o caminho.
"Bom caminho!" - Como costumamos dizer entre peregrinos.

Ah, já agora, deixa-me contar-te uma pequena história a propósito disso de termos de tomar decisões e de deixarmos o tempo trazer a resposta para as nossas inquietações.
Um certo dia, estando eu numa situação que se afigurava complicada, perante a necessidade de tomar uma dessas decisões que (talvez erradamente) parecem ter efeitos para a vida toda, disse-me um amigo:
- Não te preocupes; vai vivendo cada dia. Se não optares por um dos caminhos, a vida (o tempo) encarregar-se-á de te apresentar um. Se queres ter na tua mão esse poder, então faz a tua opção (quer ela te pareça razoável ou não, quer seja viável ou não, quer se venha a mostrar um erro... será sempre a tua).
É claro que não esperei que o tempo (ou alguém) delinea-se a minha rota; decidi; escolhi.

Felicidades!

De Fiju a 27 de Outubro de 2006 às 00:23
Olá! Cada dia que passa sinto cada vez mais o que disseste. É como que estivesse a perter um pouco de sangue quente que corre nas minhas veias, gota a gota. Dá muita raiva! Mas eu, tal como a menina com os mesmos sonhos que descreveste, imagino-me a ser professora e é o que mais gostaria. É por isso que espero esse dia. Mais não posso fazer! Tudo o que podia fazer, fiz tudo, agora está na mão de quem não conseguimos pôr os olhos. Espero, desespero outras vezes, mas sempre com esperança! Jokas. Força!
De Mauro Maia a 27 de Outubro de 2006 às 21:49
Infelizmente são pensamentos que, também a mim, me tÊm vido a assaltar continuamente. Depois de todos os esforços e sacrifícios que se faz em prol desta profissão e, em especial, dos alunos, sinto-me tratado como um preguiçoso, indolente, parasita do sistema, que tem de ser chicoteado para voltar ao trabalho. Se isto prosseguir este rumo, deixarei de dar a minha vida pessoal pela minha vida profissional. Trabalho é na escola, saio da escola nmem penso mais nela (é mais fácil dizer que fazer mas tem de ser). Há testes para corrigir? Na escola, se não for chamado para substituições ou para mais uma das muitas e despropositadas reuniões a que tenho de ir. Se não der, paciência. Gastar tempo de pesquisa, tempo de internet, tinteiro, tinta para criar materiais novos e diversificar estratégias? Devem estar a brincar, só se a escola mos der. Este «ser» que se intitula ministra está a dar cabo da educação pr ter 2 palas ao lado dos olhos: um diz «economizar nas escolas doa o que doer». A outra diz «dar cabo dos professores para depois os acusar de não se esforçarem». Enfim, temo para Portugal o mesmo destino que o da Inglaterra: andaram a fazer semelhantes experiências há alguns anos e agora ninguém quer ser professor. Têm de andar a recrutar estrangeiros para dar aulas (talvez um futuro profissional parfa os emigrantes de leste em Portugal). O objectivo parece ser o de dar cabo do ensino público em Portugal e tornar o ensino cá como é no Brasil: ou é ensino particular ou não tem qualidade. Esta ministra deve ter uma carrada de lobbies a pagarem-lhe as contas de supermercado...

Comentar post

Impressões

anonimacto

aveiro

avó

comédia da vida

dúvidas e mudanças

episódios

famílias de hoje

felinas

grandes portugueses

impressões poéticas

mercado negro

natal

novas oportunidades

novo ciclo

poesia

poéticas

prémios

referendo

reflexões

teatro

televisão

viagens

todas as tags

Patrocínio

Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Impressões sobre casament...

Impressões sobre casament...

Impressões sobre um selo

Impressões sobre mudanças...

Impressões sobre 2008

Impressões natalícias

Impressões sobre outra ma...

Impressões sobre novos de...

Impressões teatrais

Impressões sobre "A Coméd...

links

Impressões solidárias

Carolina

arquivos

Agosto 2010

Dezembro 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Runas
blogs SAPO

subscrever feeds