Domingo, 17 de Dezembro de 2006

Impressões sobre Lisboa e Cascais

Aproveitei este fim-de-semana para explorar um pouco a zona onde estou. Há tanto para visitar, tantas possibilidades que foi difícil escolher.

Optei por ir no sábado a Lisboa, na senda de alguns materiais de bijutaria e hoje fui a Cascais.

Os dois locais ofereceram-me realidades diferentes.

O meu destino ontem foi a zona do Martim Moniz. Nunca tinha ido até lá. Tinha lido que podia encontrar lá umas lojas de chineses com muitos materiais de bijutaria e realmente encontrei. A impressão que tive ao entrar num centro comercial na zona é de que tinha entrado numa espécie de "Chinatown" dada a quatidade de lojas de chineses, entre roupas e artigos alimentares, que encontrei.

Depois de apreciar uma praça com uma grande fonte, comecei a subir uma rua sem saber para onde ia. E descobri um lugar onde não pretendo voltar mais: prostituição, droga, mendicidade... a miséria humana ali à minha frente. Tinha chegado ao Intendente e é muito pior do que eu imaginava.

Dei meia volta e segui em sentido oposto. Ainda sem saber muito bem para onde me dirigia, quando dei por mim estava na Praça da Figueira, depois na Rua Augusta e por fim no Terreiro do Paço. Muita gente às compras, bastantes turistas contrastando com crianças tocando acordeão e cãezinhos segurando cestos feitos garrafas de plástico onde alguns dos transeuntes despejam alguns cêntimos.

Não quero deixar aqui tudo aquilo que senti ao longo deste passeio além do que já foi dito. Apenas vos digo que fui para casa mais cedo do que tinha pensado e deixo-vos uma fotografia da maior árvore de Natal do mundo ainda apagada.

 

E hoje fui a um sítio completamente diferente. Andei pela baía de Cascais, bem pertinho do mar. Fui ver os barcos da marina, gozando da paz que os sons e cheiros do mar e a placidez das gaivotas me transmitiram. Terminei o dia num Centro Comercial cheio de gente, ia tropeçando no Pai Natal a quem ninguém ligava e passando por gente que passeava cães cheios de lacinhos e senhoras com pensos das operações plásticas, fui apanhar o comboio de regresso a casa.

Deixo-vos uma foto da baía.

publicado por impressoesdigitais às 18:41
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Fiju a 18 de Dezembro de 2006 às 12:17
Olha que surpresa a minha que há mais artigos teus!
Muitas novidades! É verdade! Uma vida nova o que rima bem com um ano novo!
Gostei de ler as tuas impressões. Então aquela carta dirigida ao dito pai natal está muito engraçada!
Bons passeios e boas festas!
De saltapocinhas a 24 de Dezembro de 2006 às 15:34
FELIZ NATAL e um 2007 FABULOSO!

Comentar post

Impressões

anonimacto

aveiro

avó

comédia da vida

dúvidas e mudanças

episódios

famílias de hoje

felinas

grandes portugueses

impressões poéticas

mercado negro

natal

novas oportunidades

novo ciclo

poesia

poéticas

prémios

referendo

reflexões

teatro

televisão

viagens

todas as tags

Patrocínio

Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Impressões sobre casament...

Impressões sobre casament...

Impressões sobre um selo

Impressões sobre mudanças...

Impressões sobre 2008

Impressões natalícias

Impressões sobre outra ma...

Impressões sobre novos de...

Impressões teatrais

Impressões sobre "A Coméd...

links

Impressões solidárias

Carolina

arquivos

Agosto 2010

Dezembro 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Runas
blogs SAPO

subscrever feeds