Segunda-feira, 12 de Março de 2007

Impressões sobre uma televisão decadente

Nos últimos tempos tenho estado condenada aos 4 canais da televisão nacional. Como vivo sozinha, a televisão acaba por ser uma forma de sentir alguma companhia e estou de tal forma habituada a esse ruído que dela emana, que já não prescindo.

A cinquentenária RTP desiludiu-me nos últimos dias. Primeiro, com uma gala extremamente mal feita, depois com o excesso de entrevistas a políticos (não há pachorra) e mais ainda com o pior Festival da Canção de sempre (e eu que pensava que depois do ano passado não se podia piorar). Quanto a este último programa não sei se devo imputar à televisão estatal todas as culpas, parece-me que merecem uma parte da responsabilidade a falta de criatividade dos músicos portugueses e a falta de gosto musical dos portugueses.

Para dizer a verdade não me admirou que ganhasse a música pimba, pois quem é que se dá ao trabalho de pegar no telefone e gastar dinheiro para votar numa das 10 amostras de música que foram apresentadas? Só mesmo aquelas pessoas que se percorrem quilómetros atrás de cantores como o Tony Carreira ou o Emanuel (o produtor/ compositor da música). Terão sido os vestidinhos dourados a encantar os telespectadores? Ou as perninhas da menina? Cá para mim foram mesmo os bailarinos (principalmente a bailarina loura) a lembrar que este é um povo que gosta muito de dançar. Mas temos de reconhecer que a música fica no ouvido e como lá fora são tão pimbas como nós, se a música tiver uma versão em inglês, quem sabe?

O vídeo tem má qualidade, mas fica aqui para quem não viu e quer ter uma ideia:

 

############################

E quando eu pensava que o topo dos programas maus da TVI era o Fiel e Infiel e que já não se podia descer mais baixo, eis que aparece A Bela e o Mestre, ou lá como se chama aquela coisa. Realmente é impressionante como as pessoas são capazes de se humilhar para aparecer na televisão.  Eu cá para mim aquilo é, de certa forma, encenado. Não consigo acreditar que aquelas meninas fossem tão burras, nem me parece que aqueles homens tenham assim tanta falta de gosto. Expliquem-me como é que aquelas meninas, se sujeitaram a uma prova de conhecimento / humilhação geral, enquanto se sentavam numa mesa e mostravam as pernas? E o que leva um tipo formado em engenharia a mostrar as cuecas?

Quão baixo estarão ainda as pessoas a descer para aparecer na televisão? Temo a resposta.

Impressões:
publicado por impressoesdigitais às 21:44
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Impressões

anonimacto

aveiro

avó

comédia da vida

dúvidas e mudanças

episódios

famílias de hoje

felinas

grandes portugueses

impressões poéticas

mercado negro

natal

novas oportunidades

novo ciclo

poesia

poéticas

prémios

referendo

reflexões

teatro

televisão

viagens

todas as tags

Patrocínio

Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Impressões sobre uma tele...

links

Impressões solidárias

Carolina

arquivos

Agosto 2010

Dezembro 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Runas
blogs SAPO

subscrever feeds